As possibilidades da impressão 3D
em 5 factos

Mesmo para quem está familiarizado, a evolução da tecnologia de impressão 3D continua a surpreender. O seu aperfeiçoamento faz com que seja adotada nos processos de produção de cada vez mais indústrias. Por que motivos cresce a adoção da impressão 3D num ritmo acelerado?

Vamos apresentar 5 factos sobre impressão 3D que vão ajudar a perceber como esta tecnologia pode transformar os processos de desenvolvimento e fabricação.

1. A impressão 3D é utilizada numa grande variedade de indústrias. Alguns exemplos de casos de sucesso:

  • Camper: A rápida iteração da impressão 3D, em combinação com os diversos materiais disponíveis, tornam-na perfeita para prototipagem. A empresa de calçado Camper é um bom exemplo. A prototipagem rápida com impressoras 3D dá aos designers da Camper a liberdade criativa de que precisavam para validar novos designs e testar diferentes materiais.
  • Mirai 3D: A impressão 3D permitiu a esta empresa desenvolver dispositivos biomédicos e próteses mais precisos e sofisticados. O que, por sua vez, melhorou o processo de planeamento cirúrgico e pré-operatório em cirurgias complexas e desafiantes, prevenindo assim potenciais complicações.
  • CIM UPC: Esta empresa percebeu que podia poupar ao substituir alguns serviços de injeção por impressão 3D in house. Conseguiram fabricar peças em menos tempo, a um custo mais baixo por peça, utilizando os mesmos materiais. Com a vantagem da configuração de diferentes materiais ser quase imediata.

2. É possível criar produtos completos com impressão 3D, como um braço robótico:

Braços robóticos com garras impressas em 3D podem não ser uma novidade, mas a BCN3D criou um braço completo recorrendo apenas ao fabrico aditivo. O braço robótico Moveo é um projeto open source, reproduzível por impressoras 3D a um custo reduzido, com peças que podem ser facilmente personalizadas para se adaptarem a diferentes usos.

3. Impressoras 3D como a Epsilon W50 têm volume de impressão suficiente para produzir peças de uma mota

A BCN3D Epsilon W50 suporta um volume de impressão de até 420x300x400 mm. A equipa da ELISAVA produziu na BCN3D Epsilon W50 peças de grandes dimensões para uso final, como guarda-lamas de uma mota de resgate de montanha. Cada moto tem 19 peças de uso final (de diferentes materiais), produzidas com a tecnologia 3D FFF.

4. É possível imprimir múltiplas cores e materiais simultaneamente numa só peça

A tecnologia IDEX da BCN3D é pioneira no mercado com um sistema de dupla extrusão que permite imprimir peças complexas, usando várias cores e materiais diferentes. É possível usar a dupla extrusão nos modos de impressão em espelho ou em duplicação, dobrando assim a produtividade. A contaminação cruzada é prevenida por um sistema de limpeza automático do nozzle.

5. Os materiais de impressão 3D apresentam propriedades físicas e mecânicas de elevado desempenho

De materiais com tolerância ao calor extremo a suportes solúveis em água, as impressoras 3D profissionais apresentam um portfólio muito alargado de materiais. A BCN3D e a Zortrax são compatíveis, por exemplo, com o filamento PAHT CF15 produzido pela BASF com fibra de carbono, capaz de suportar altas temperaturas e ambientes agressivos. Materiais solúveis como o BVOH dissolvem-se facilmente em água e podem ser usados como suportes para criar geometrias complexas.

Da robótica aos cuidados de saúde, a impressão 3D está a revolucionar a forma como trabalhamos. Grandes volumes de impressão, materiais diversos e a constante evolução tecnológica, fazem com que a criação de peças tenha cada vez menos limites.

+ sobre impressão 3D

As possibilidades da impressão 3D em 5 factos

Mesmo para quem está familiarizado, a evolução da tecnologia de impressão 3D continua a surpreender. O seu aperfeiçoamento faz com que seja adotada nos processos de produção de cada vez mais indústrias. Por que motivos cresce a adoção da impressão 3D num ritmo acelerado?

Vamos apresentar 5 factos sobre impressão 3D que vão ajudar a perceber como esta tecnologia pode transformar os processos de desenvolvimento e fabricação.

1. A impressão 3D é utilizada numa grande variedade de indústrias. Alguns exemplos de casos de sucesso:

  • Camper: A rápida iteração da impressão 3D, em combinação com os diversos materiais disponíveis, tornam-na perfeita para prototipagem. A empresa de calçado Camper é um bom exemplo. A prototipagem rápida com impressoras 3D dá aos designers da Camper a liberdade criativa de que precisavam para validar novos designs e testar diferentes materiais.
  • Mirai 3D: A impressão 3D permitiu a esta empresa desenvolver dispositivos biomédicos e próteses mais precisos e sofisticados. O que, por sua vez, melhorou o processo de planeamento cirúrgico e pré-operatório em cirurgias complexas e desafiantes, prevenindo assim potenciais complicações.
  • CIM UPC: Esta empresa percebeu que podia poupar ao substituir alguns serviços de injeção por impressão 3D in house. Conseguiram fabricar peças em menos tempo, a um custo mais baixo por peça, utilizando os mesmos materiais. Com a vantagem da configuração de diferentes materiais ser quase imediata.

2. É possível criar produtos completos com impressão 3D, como um braço robótico:

Braços robóticos com garras impressas em 3D podem não ser uma novidade, mas a BCN3D criou um braço completo recorrendo apenas ao fabrico aditivo. O braço robótico Moveo é um projeto open source, reproduzível por impressoras 3D a um custo reduzido, com peças que podem ser facilmente personalizadas para se adaptarem a diferentes usos.

3. Impressoras 3D como a Epsilon W50 têm volume de impressão suficiente para produzir peças de uma mota

A BCN3D Epsilon W50 suporta um volume de impressão de até 420x300x400 mm. A equipa da ELISAVA produziu na BCN3D Epsilon W50 peças de grandes dimensões para uso final, como guarda-lamas de uma mota de resgate de montanha. Cada moto tem 19 peças de uso final (de diferentes materiais), produzidas com a tecnologia 3D FFF.

4. É possível imprimir múltiplas cores e materiais simultaneamente numa só peça

A tecnologia IDEX da BCN3D é pioneira no mercado com um sistema de dupla extrusão que permite imprimir peças complexas, usando várias cores e materiais diferentes. É possível usar a dupla extrusão nos modos de impressão em espelho ou em duplicação, dobrando assim a produtividade. A contaminação cruzada é prevenida por um sistema de limpeza automático do nozzle.

5. Os materiais de impressão 3D apresentam propriedades físicas e mecânicas de elevado desempenho

De materiais com tolerância ao calor extremo a suportes solúveis em água, as impressoras 3D profissionais apresentam um portfólio muito alargado de materiais. A BCN3D e a Zortrax são compatíveis, por exemplo, com o filamento PAHT CF15 produzido pela BASF com fibra de carbono, capaz de suportar altas temperaturas e ambientes agressivos. Materiais solúveis como o BVOH dissolvem-se facilmente em água e podem ser usados como suportes para criar geometrias complexas.

Da robótica aos cuidados de saúde, a impressão 3D está a revolucionar a forma como trabalhamos. Grandes volumes de impressão, materiais diversos e a constante evolução tecnológica, fazem com que a criação de peças tenha cada vez menos limites.

+ sobre impressão 3D