Coração impresso em 3D bate como um coração real

Investigadores do Functional Materials Laboratory do ETH Zurich, na Suíça, desenvolveram um coração artificial que parece um coração real e que se mexe como um coração real. Feito em silicone através de técnicas de impressão 3D,  esta estrutura imita o batimento cardíaco e, além dos ventrículos esquerdo e direito, incluí uma câmara central que é insuflada e esvaziada por uma bomba externa – esta bomba actual imita um músculo.

Impressão 3D - Coração Artificial

A equipa do ETH Zurich colaborou com o engenheiro mecânico Mirko Mebolt para este complexo desafio, que, para além da criação do molde em silicone, passou também pela sincronização do motor externo a um ritmo e intensidade semelhante ao do batimento cardíaco humano, que permitisse testar com precisão o comportamento dos materiais.

O teste correu com sucesso durante os primeiros momentos, com o comportamento do coração de silicone a assemelhar-se, em pleno, ao de um coração normal, mas ao fim de 3 mil batimentos a estrutura começou a degradar-se.

Impressão 3D - Coração Artificial

Dada a sua pouca durabilidade, entre 30 a 45 minutos, este coração nunca poderia ser implantado num corpo humano saudável, mas deixa-nos esperançosos quanto àquilo de que a medicina poderá ser capaz no futuro, aliando-se a tecnologias proliferas noutras áreas como é o caso da impressão 3D. Sentimento que é desde logo partilhado pela equipa de investigação que afirma ter considerado o teste muito positivo e garante que vai continuar a desenvolver estudos neste segmento pioneiro.

Set 11, 2017 @ 11:37|