Onde estaria sem software CAD? O software tem sido indispensável para a indústria de impressão 3D, de tal forma que parece que foi pensado especificamente para impressoras 3D. O software CAD tem uma longa história de utilização, no entanto, um estudo recente da Business Advantage revela que a industria da impressão 3D é um dos mercados com maior potencial tanto para os fabricantes software como e para os utilizadores CAD.

O Grupo Business Advantage estuda as tendências do mercado IT em mais de 100 países com foco nos mercados B2B de software e telecomunicações. Recentemente publicou o seu relatório anual de 2016 sobre o as tendências do CAD, que inclui as previsões de evolução do mercado nos próximos cinco anos. “Esta pesquisa anual das tendências é pensada para ajudar para ajudar utilizadores de software CAD, CAM, CAE, PDM e PLM e empresas de software com seu planeamento para o futuro. O relatório mostra as tendências e oportunidades-chave no mercado de CAD “, revela o CEO, Chris Turner.

Concluído com a ajuda de 610 profissionais em todo o mundo, o relatório revela 15 tendências, incluindo “modelação 3D”, “desenho 2D”, “‘Building Information Modeling (BIM)” e “Cloud Based CAD”, bem como a impressão 3D. Das 15 tendências estudadas a impressão 3D está entre os sectores com maior potencial de crescimento juntamente com o “Acesso Mobile ao CAD” e a “Realidade Aumentada/Virtual”.

Outro facto interessante foi o crescimento de 37% na utilização de software CAM. O Computer Aided Manufacturing (CAM) é o uso de computadores e software para guiar as máquinas de fabricação, como por exemplo, impressoras 3D. O relatório revela ainda que quase 70% dos utilizadores de softwares CAM (ou pessoas que tencionam usar) acreditam no papel fundamental modelos CAD 3D para gerar instruções de fabrico. Cerca de 60% dos entrevistados gostaria de ver os fabricantes de software trabalhar mais na integração CAD e CAM.

Em geral, a indústria de CAD está bem. Quase 60% dos utilizadores de CAD, estão a descarregar modelos CAD 3D, pelo menos uma vez por mês, enquanto as pessoas que nunca fizeram downloads de modelos caiu para apenas 10%. Além disso, o relatório também destaca a Engenharia Colaborativa (72%) e o PLM (67%) como tendências com muito potencial de crescimento nos próximos anos.

O relatório, que pode ser encontrado na íntegra aqui, contém informação muito completa no que diz respeito ao mercado CAD. “Acreditamos na contribuição do CAD, CAM, PLM, PDM e CAE para o crescimento da produtividade nos mais diversos sectores”, dizem os analistas. Com este estudo uma coisa ficou clara: a impressão 3D tornou-se, definitivamente, parte integrante do mercado e o futuro do software CAD.